MpD garante escolaridade obrigatória até ao término do Ensino Secundário

MpD garante escolaridade obrigatória até ao término do Ensino Secundário

O presidente do Movimento para a Democracia – MpD, Ulisses Correia e Silva, garantiu, Hoje, 15 de Janeiro, na Cidade da Praia, a escolaridade obrigatória até ao término do Ensino Secundário, caso o seu partido vença as eleições legislativas de 20 de Março.

O líder do MpD, que falava à margem de uma conferência sobre a visão do seu partido para a Educação e o Ensino Superior nos próximos 10 anos, prometeu, igualmente, que caso ganhe as eleições legislativas, vai aumentar a abrangência do ensino gratuito em Cabo Verde.

“O nosso propósito é garantir com que todos tenham acesso a educação”, sublinhou Ulisses Correia e Silva, afirmando que com o MpD no governo terá como premissa atingir um Ensino Superior de qualidade no país.

“Vamos apostar num Ensino Superior de qualidade que garante com que os nossos jovens sejam formados com referências que existem nas melhores universidades do mundo”, salientou.

O MpD prometeu também apostar num Ensino Superior que esteja vocacionado, não só para ensinar, mas também para investigar, inovar, ter uma articulação com as empresas e estar interligado com as ofertas.

“A nossa visão é que o ensino seja um instrumento para termos uma economia de conhecimento, que possa colocar Cabo Verde num nível de competitividade superior”, defendeu o candidato do MpD para as legislativas de 2016.

A preparação dos nossos jovens para serem profissionais de qualidade e competirem no mercado a nível internacional, a criação de condições para que os jovens cabo-verdianos possam ter o domínio das línguas, são outras promessas do Movimento para a Democracia.

“O nosso propósito é que tenhamos oito anos de domínio da língua inglesa, francesa e cinco anos de uma língua a escolha, que pode ser o mandarim, alemão ou espanhol”, disse.

A criação de condições para que os jovens possam dominar a Tecnologia, a Ciência, a matemática, consta também das prioridades do MpD-oposição.

Segundo Ulisses Correia e Silva, o seu partido quer que as universidades cabo-verdianas sejam realmente pólos de conhecimento.

Com Inforpress

Related posts

Leave a Reply

Deixar uma resposta