PRESIDENTE DO PARTIDO, ULISSES CORREIA E SILVA, PARTICIPOU NO CONGRESSO DO PPE EM MALTA.

 

17630168_10155239455739722_7481769379035221828_n                                                                          17630138_10155239455559722_8242902977794471603_n

O Presidente do Movimento para a Democracia e Primeiro Ministro de Cabo Verde, Dr. Ulisses Correia e Silva, encontra-se de visita a Malta,onde participou no Congresso do PPE que decorreu nos dias 29 e 30 de Março.

Nesta reunião magna da maior família política da Europa, participam os principais líderes europeus, com destaque para Jean-Claude Juncker, Presidente da Comissão Europeia, Donald Tusk, Presidente do Conselho Europeu, Ângela Merkel, Chanceler da Alemanha, Mariano Rajoy, Primeiro Ministro de Espanha, entre outros.

O Primeiro Ministro de Cabo Verde que é também Vice-Presidente da IDC e Presidente da IDC África, fez-se acompanhar do Vice-Presidente do MpD e Ministro dos Negócios Estrangeiros e da Defesa, Dr. Luís Filipe Tavares e traz na agenda a discussão de importantes temas que dominam a realidade africana e europeia, tais como o futuro das relações UE-África, a emigração e a construção de parcerias mais fortes e consolidadas.

Durante o Congresso, Ulisses Correia e Silva foi convidado a animar um painel denominado EPP Talks, onde também participaram, entre outros, o Comissário Europeu Carlos Moedas e os ex-Primeiros Ministros Suecos Carl Bildt e Fredrik Reinfeldt.

                                                                  17553994_10155239455519722_497288246777083386_n

Ao fazer uso da palavra, Correia e Silva defendeu que “as relações entre a Europa e a África são boas, mas que se podia fazer muito mais”. Frisou que a atenção actual da Europa tende a centrar-se no espetacular e nas imagens negativas que por vezes emanam do nosso continente, quando “também existem casos de sucesso que deveriam merecer maior atenção das sociedades Europeias”. Acrescentou que “a Europa não poderá resolver sozinha os desafios que enfrenta. É necessário mobilizar e engajar parceiros sérios e credíveis e Cabo Verde, pelo seu percurso democrático deveria ser um show case no nosso continente.

De notar que o Presidente do MpD foi o único convidado não europeu a ser convidado para fazer uso da palavra, o que põe em destaque o reconhecimento pelos líderes europeus do extraordinário percurso de Cabo Verde no reforço das suas instituições democráticas e na partilha de valores hoje universalmente aceites.

À margem do Congresso, Ulisses Correia e Silva, entreteve um intenso programa de contactos bilaterais e participou na reunião do Comité Executivo da IDC.

 

 

 

Related posts

Leave a Reply

Deixar uma resposta

Minimum 6 characters