12004815_10153685387779722_921105488481953146_n

Posicionamento da JpD sobre as políticas sociais do governo para a Juventude.

MpD Cumpriu com a Juventude Cabo-verdiana!

A juventude tem estado, ao longo dos últimos anos, no centro de toda a ação governativa, com vista a sua integração no processo de desenvolvimento do país. Uma juventude que até 2016 a única solução que lhe era apresentada se resumia a “djuguta” na venda de pasteis e canjas para driblar o desemprego. Hoje, graças ao trabalho competente do governo do MpD e uma visão de futuro, os jovens têm oportunidades em diversas áreas que estão a traduzir na melhoria de condições de vidas de milhares de jovens. O MpD está preparado para reforçar ainda mais as políticas para a juventude.Hoje, nenhum aluno fica fora do sistema de ensino básico ou secundário porque os pais não têm meios para o pagamento das propinas. O MpD assumiu em 2016 o compromisso de acabar com as propinas até ao 12º ano e, chegado ao governo, cumpriu. Esta medida beneficia cerca de 53 mil adolescentes e jovens, reduzindo os encargos para as famílias e, também, tem traduzido na redução do abandono escolar, com vários benéficos para a sociedade, desde logo a redução da delinquência juvenil e da pequena criminalidade nos centros urbanos. O Jovem Cabo-verdiano acredita, hoje mais do que nunca, no seu futuro.Hoje, a massificação da formação profissional já é uma realidade. Mais de 20 mil jovens beneficiaram de uma ação de formação profissional desde 2016, com uma taxa de empregabilidade superior a 60%. Todos os jovens que queiram fazer formação têm a oportunidade de a fazer e o governo tem disponível bolsas para aqueles que não tem meios para pagar as propinas. Nos últimos 3 anos cerca de 4 mil jovens já foram contemplados com bolsas e encontra-se, neste momento, um concurso aberto para beneficiar mais 650 formandos.Os jovens cabo-verdianos acreditam que podem ter sucesso.O alargamento do programa de estágios profissionais empresariais tem permitido a milhares de jovens, de todos os concelhos do país, a terem a sua primeira experiência profissional em contexto real do trabalho. Os estágios que antes eram de apenas 3 meses, hoje passaram para 8 meses, com melhoria significativa no valor das bolsas concedidas. O número de beneficiários passou de poucas centenas até 2016 para mais de 3 mil em 2019, com uma taxa de inserção no mercado de trabalho a rondar os 60%. Em relação aos estudantes do Ensino Superior, as bolas de estudos e apoios concedidos aos jovens vão beneficiar 3.725 estudantes neste ano letivo. Foi este governo que criou o Programa de Apoio aos Estudantes Finalistas, que em 2 anos vai beneficiar um total de mais de 600 estudantes finalistas que estavam com certificados retidos juntos das universidades por causa das dívidas. Convém realçar que o PAICV deixou os finalistas com dividas abandonados a sua sorte. O mais grave ainda, deixaram mais 2500 jovens com certificados retidos juntos dos centros de formação profissional que o governo do MpD veio solucionar. Graças ao governo MpD a Juventude Cabo-verdiana acredita em si mesma.Os jovens, hoje, sabem que tem um governo parceiro, focado na resolução dos seus problemas e disponível para ajuda-los a ultrapassar os desafios que tem pela frente. O governo do MpD tem estado a apoiar os jovens desde o pré-escolar até a sua inserção no mercado de trabalho, mobilizando e investindo avultados recursos no sistema de ensino, na formação profissional e na promoção de empreendedorismo e na empregabilidade dos jovens. Este posicionamento da JpD é para encorajar o governo a continuar a apostar e a investir fortemente na juventude, para que juntos possamos vencer os desafios do futuro. Muito obrigado!Euclides SilvaPresidente da JpD Praia, 25 de novembro de 2020.